Economia

Estatal não pretende sair da Argentina, afirma Graça Foster

Da Redação ·

BRASÍLIA, DF, 22 de maio (Folhapress) - A Petrobras não pretende sair completamente da Argentina, informou hoje a presidente da empresa, Graça Foster. "Estamos há muitos anos lá e não pretendemos deixar o país de jeito nenhum", disse. No fim de semana, o grupo Indalo informou aos principais jornais argentinos que está prestes a fechar um acordo com a petroleira brasileira para compra de ativos da Petrobras Argentina (Pesa). O acordo seria feito por meio da criação de uma nova companhia, com sede em Nova York, nos EUA, e o valor da negociação seria de US$ 911 milhões.

continua após publicidade
confira também

Atualmente, a Petrobras possui plantas de exploração e produção de petróleo na Argentina, além de refino, distribuição e outras atividades secundárias. De acordo com a presidente Graça Foster, há negociações em curso, mas essas conversas estão sendo feitas com diversas empresas diferentes. Não há, portanto, definição sobre os ativos que estão sendo negociados, os valores propostos ou mesmo o nome da empresa que irá fechar a negociação. Todas as propostas feitas estariam ainda em análise. Segundo Foster, só haverá definição deste acordo quando a Petrobras considerar que trata-se de "um bom negócio" para a petroleira. Para ela, o que estaria retardando esse processo de negociação seria justamente o vazamento de informações no país.