Economia

Caem empréstimos do setor público no Reino Unido

Da Redação ·
Os empréstimos líquidos do setor público do Reino Unido, que é a medida preferida do governo sobre o déficit orçamentário, caíram para 6,3 bilhões de libras em abril, o primeiro mês do ano fiscal. O número foi menor do que o de abril de 2012, quando os empréstimos líquidos ficaram em 8,9 bilhões de libras. A leitura de abril de 2012 exclui 28 bilhões de libras de transferência de ativos de pensão do Royal Mail. Os empréstimos em abril de 2013 também ficaram abaixo das expectativas de 8,5 bilhões de libras de economistas. No entanto, a leitura de abril de 2013 foi atingida por 3,9 bilhões de libras em transferência de lucros do programa de compra de bônus do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês). As receitas fiscais totais ficaram em 48,7 bilhões de libras em abril, 8,5% a mais do que em abril de 2012, quando as receitas ficaram em 44,9 bilhões de libras. A receita de imposto de renda subiu para 11,5 bilhões de libras, alta de 12,5% em comparação com abril do ano passado. Os gastos totais do governo ficaram em 53,7 bilhões de libras, alta de 1,1% ante abril de 2012. O Escritório de Responsabilidade do Orçamento prevê que empréstimos líquidos do setor público do Reino Unido fique em 120 bilhões de libras no ano fiscal de 2013/2014. Para todo ano 2012/2013, os empréstimos líquidos do setor público ficaram em 119,5 bilhões de libras, levemente menos do que a meta oficial do Escritório para Responsabilidade Orçamentária de 120,9 bilhões de libras. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade