Economia

Economistas reduzem previsão do PIB em 2013 para 2,98%

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 20 de maio (Folhapress) - Economistas de instituições financeiras reduziram sua perspectiva para o crescimento da economia brasileira a 2,98% após cinco semanas projetando expansão de 3%, mostrou o boletim Focus do Banco Central divulgado hoje.

A mediana das projeções para a inflação, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) seguiu em 5,8% para 2013 e 2014. Na leitura em 12 meses, a mediana subiu de 5,57% para 5,64%.

A média das estimativas para o IPCA de maio subiu de 0,33% para 0,35%, de acordo com o Focus. Na quarta-feira, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulga o IPCA-15 de maio, prévia do indicador oficial.

As apostas para a inflação se mantêm embora alguns indicadores tenham mostrado desaceleração dos preços ao consumidor, em especial no grupo alimentos, que se manteve em alta persistente durante meses.

As apostas para a elevação da Selic se mantiveram. Ao fim de 2013, a taxa básica de juros deve subir dos atuais 7,5% para 8,25% e ficar neste patamar até o fim de 2014.



- Previsões

Indicador 2013 2014

IPCA 5,8% 5,8%

PIB (% do crescimento) 2,98% 3,5%

Selic (ao ano) 8,25% 8,25%

Produção industrial (% do crescimento) 2,5% 3,5%

Balança comercial (US$ Bilhões) 9,05 10
 

continua após publicidade