Economia

Financiamento de veículos recua 8,7%, diz Anef

Da Redação ·
O volume de recursos liberados para financiamento de veículos no primeiro trimestre de 2013 pelos bancos associados à Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef) recuou 8,7% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado. Nos três primeiros meses do ano foram empenhados R$ 25,8 bilhões ante R$ 28,2 bilhões de 2012. Do valor total liberado no trimestre, o montante representado por CDC foi de R$ 25,2 bilhões e os outros R$ 659 milhões por leasing. Essa queda levou o presidente da Anef, Décio Carbonari, a rever a meta de crescimento no ano, de 8%, nos recursos liberados. "A expectativa de um crescimento ao redor de 8% para o saldo de financiamento em 2013 vai se configurando menos provável de se materializar", afirmou. Apesar da queda no trimestre, o mês de março teve aumento de 19% no montante liberado na comparação com o mês de fevereiro, passando de R$ 7,3 bilhões para R$ 8,7 bilhões no mês. De fevereiro para março, houve queda de 0,4% no saldo total da carteira de financiamento para a aquisição de veículos, passando de R$ 238,4 bilhões (CDC e Leasing para pessoa física e jurídica) para R$ 237,4 bilhões. Na comparação com o mesmo período de 2012 (saldo de 245,5 bilhões), a redução foi de 3,3%. Juros Em março, as taxas médias de juros praticadas pelos associados da Anef apresentaram nova redução, chegando a 1,23% ao mês e 15,80% ao ano, enquanto as taxas praticadas pelos bancos de varejo no financiamento de veículos passaram a ser de 1,51% a.m. e 19,7% a.a, no CDC para pessoa física e 1,24% a.m. e 16% a.a., no CDC para pessoa jurídica. Já a inadimplência para pessoas físicas em março no CDC, representada pela falta de pagamentos acima de 90 dias, apresentou queda de 0,4 ponto porcentual em março, chegando a 6,3%, ante 6,7% em março de 2012.
continua após publicidade