Economia

Recessão faz Espanha ter primeiro superavit comercial em 42 anos

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 17 de maio (Folhapress) - A recessão provocada pela crise da dívida pública na Europa fez com que a Espanha tivesse em março saldo positivo na balança comercial pela primeira vez em 42 anos. Segundo o Ministério de Economia, o país teve superavit de 634,9 milhões de euros (R$ 1,65 bilhão). Em relatório divulgado hoje, o governo espanhol informou que as importações caíram 15% em comparação ao mesmo período do ano passado, chegando a 19,653 bilhões de euros. Já as exportações subiram 2%, alcançando 20,288 bilhões de euros. Em março de 2012, o deficit comercial espanhol era de 3,245 bilhões de euros. Os números mostram que a forte queda do consumo interno afetou fortemente a compra de produtos de outros países, assim como tem prejudicado a produção local. A redução do consumo se deve ao aumento do desemprego que, no país, chegou a 27% em março. No primeiro trimestre, a balança comercial fechou com saldo negativo de 4,048 bilhões, uma queda de 62% em comparação ao mesmo período do ano passado. Entre janeiro e março, as importações caíram 6,9% em ritmo anual, a 60,632 bilhões, enquanto as exportações aumentaram 3,9%, a 56,584 bilhões de euros. A Espanha é a quarta economia da zona do euro e um dos países mais afetados pela crise da dívida pública. Os números da balança comercial local são divulgados um dia após o Escritório de Estatísticas Europeu (Eurostat) revelar que o saldo comercial na moeda única terminou março com superavit de 22,9 bilhões de euros. No primeiro trimestre, a economia espanhola teve contração de 0,5%, enquanto a queda na zona do euro foi de 0,2%.  

continua após publicidade