Economia

Google pode substituir Gtalk por novo serviço de mensagens

Da Redação ·
Google pode substituir Gtalk por novo serviço de mensagens
fonte: Agências
Google pode substituir Gtalk por novo serviço de mensagens

O Google anunciará o Babel, serviço de mensagens que vai unificar os aplicativos do Gtalk para dispositivos móveis e os mensageiros do Gmail e da rede social Google+ no mês que vem, segundo evidências publicadas por diferentes sites de notícias.

O anúncio seria feito durante o evento Google I/O 2013, para desenvolvedores, que acontece entre os dias 15 e 17 de maio.

As principais diferenças do Babel para o Gtalk seriam a capacidade de anexar imagens, novos emoticons (ícones com expressões faciais ou gestuais também conhecidos como "smileys") e mudanças visuais, como a exibição da foto de perfil ao lado de cada mensagem (como exibido nas capturas de tela divulgadas pelo "TechRadar").

A empresa poderia estar fazendo a mudança para permitir a intercomunicação entre essas plataformas e, assim, economizar processos e concentrar seus esforços em um só serviço.

O Google também poderia estar lutando para substituir, para alguns usuários, apps de mensagem como o WhatsApp, já que haveria aplicativo para iOS, além de Android e Chrome OS, como diz o site "Droid Life".

Segundo a publicação, especializada em notícias sobre o Google, as equipes responsáveis pelo desenvolvimento do projeto são as de Google+, Android, Chrome e Apps.

Em reportagem de 18 de março, o "Geek.com" diz ter consultado "múltiplas fontes" que confirmam a unificação. O texto, contudo, afirmava que o nome do serviço seria Babble -alcunha que, caso tenha de fato existido, já deve ter caducado.

O site "The Verge" suscita a possibilidade de o Babel vir integrado ao Google Voice, o que permitiria envio de SMS usando o novo serviço de mensagens, e a competição direta com o iMessage, da Apple, que tem capacidade semelhantes. O "TechCrunch" divulgou uma série de páginas em que desenvolvedores do Google discutem problemas relacionados ao Babel.
 

continua após publicidade