Economia

Fipe: usar etanol no carro continua desvantajoso em SP

Da Redação ·
Abastecer o carro com etanol continua desvantajoso na cidade de São Paulo no começo de abril, de acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Segundo pesquisa divulgada nesta terça-feira pela Fipe, a relação entre o combustível derivado da cana-de-açúcar e a gasolina atingiu a marca de 71,65% na primeira semana do mês ante o nível de 71,27% observado na última semana de março. Na primeira semana de abril de 2012, esta relação estava no nível de 69,50%. Na avaliação de especialistas, o uso do etanol deixa de ser vantajoso em relação à gasolina quando o combustível derivado da cana-de-açúcar representa mais de 70% do valor do derivado de petróleo. A vantagem é calculada considerando que o poder calorífico do motor movido a etanol é de 70% do dos que funcionam a gasolina. Especificamente em relação ao comportamento dos preços dos combustíveis, as notícias são melhores para o consumidor paulistano no começo de abril. Conforme outro tipo de levantamento da Fipe, que leva em conta o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), o valor médio do etanol subiu menos ante o fim de março e o da gasolina passou a cair. De acordo com a Fipe, o preço do etanol avançou 2,50% na primeira quadrissemana do mês (últimos 30 dias encerrados neste domingo) ante elevação de 4,50% observada no mês anterior. Quanto à gasolina, o combustível recuou 0,05% ante variação levemente positiva de 0,12%.
continua após publicidade