Economia

S&P destaca relevância do Chipre para a zona do euro

Da Redação ·
A agência de classificação de risco Standard & Poor's divulgou nesta sexta-feira um relatório reiterando a importância do Chipre para a zona do euro e destacando o fato de que, uma semana após o acordo sobre os termos do resgate do país, a ilha continua sendo assunto no noticiário. A S&P afirmou que, apesar de o Chipre ser do tamanho do estado norte-americano de Rhode Island, dados do Banco Central Europeu (BCE) mostram que os bancos do Chipre representaram 0,3% dos ativos da zona do euro em meados de 2012, mas 5,1% das deficiências bancárias do bloco. O enorme setor bancário cipriota, segundo a agência, perdeu o acesso aos mercados de capital e de financiamento. A S&P destacou ainda que, uma vez que o governo está sem acesso aos mercados desde 2011, ficou sem recursos para financiar seus gastos e recapitalizar os bancos. A agência disse também que o Credit Default Swap (CDS) do Chipre - que envolve o custo para garantir a dívida - tem se tornado extremamente volátil no último ano, mas consistente com o rating soberano de CCC do país aplicado pela S&P. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade