Economia

ANP recebe documentação de 71 empresas para 11ª rodada

Da Redação ·





Por Denise Luna

RIO DE JANEIRO, RJ, 4 de abril (Folhapress) - Setenta e uma empresas entregaram a documentação necessária para participar da 11ª rodada de licitações de áreas de petróleo e gás natural que a ANP (Agência Nacional do Petróleo) vai realizar em 14 e 15 de maio, no Rio de Janeiro. Entregaram documentos no dia 26 desde a gigante Exxon à independente Chariot Oil & Limited, de Guernesi -uma ilha no Canal da Mancha de propriedade britânica-, que atua na África.

O Brasil é o país que terá mais empresas: 19 ao todo. Dos Estados Unidos foram inscritas 9 empresas. Também entregaram documentos seis britâncias, cinco japonesas, três australianas, três das Ilhas Cayman, três colombianas, duas das Bermudas, duas chinesas, duas espanholas, duas francesas, duas norueguesas, duas do Panamá, uma de Angola, uma dinamarquesa, uma de Guernesi, uma italiana, uma da Malásia, uma de Portugal e uma da Tailândia.

A lista completa das empresas está no site da ANP.

O Leilão

A 11ª rodada vai licitar 289 blocos em 23 setores, totalizando 155,8 mil quilômetros quadrados, distribuídos em 11 bacias sedimentares: Barreirinhas, Ceará, Espírito Santo, Foz do Amazonas, Pará-Maranhão, Parnaíba, Pernambuco-Paraíba, Potiguar, Recôncavo, Sergipe-Alagoas e Tucano Sul. O leilão da ANP acontece depois de o país passar cinco anos sem vender áreas de petróleo -prática iniciada em 1999, durante o governo Fernando Henrique Cardoso. O ex-presidente quebrou o monopólio de décadas da Petrobras no Brasil.
 

continua após publicidade