Economia

Brasil produz 8,5% menos petróleo em fevereiro, diz ANP

Da Redação ·
A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou, na tarde desta terça-feira, que a produção de petróleo no Brasil atingiu 2,017 milhões de barris/dia em fevereiro, uma queda de 8,5% na comparação com um ano atrás e de 1,8% em relação ao mês anterior. A ANP informou ainda que a produção de gás natural no País bateu o recorde de 76,5 milhões de metros cúbicos por dia em fevereiro. O recorde anterior havia sido registrado em dezembro do ano passado, quando 76,2 milhões de metros cúbicos foram produzidos. Segundo o Boletim de Produção da ANP, houve aumento de 14,1% na comparação com fevereiro de 2012 e de 0,9% em relação a janeiro deste ano.

A produção de petróleo e gás natural no Brasil foi de, em média, 2,499 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d). De acordo com a ANP, a queda do volume produzido decorreu, principalmente, de paradas programadas para manutenção em plataformas da Bacia de Campos, nos campos de Marlim, Marlim Leste e Roncador. O Boletim de Produção relatou que a queda da produção foi parcialmente compensada pela entrada em operação de três novas plataformas: o FPSO (unidades flutuantes de produção, armazenamento e descarga) Cidade de São Paulo, no projeto-piloto de Sapinhoá; o teste de longa duração de Sapinhoá Norte; e o FPSO Cidade de Itajaí, todos na Bacia de Santos.

O campo de Marlim Sul (Bacia de Campos) foi o maior produtor de petróleo e o segundo de gás natural, com média de 334,2 mil boe/d. Manati, na Bacia de Camamu, registrou a maior produção de gás natural: cerca de 6,6 milhões de metros cúbicos diários. A ANP divulgou que 93,1% do petróleo e gás natural foram extraídos de campos operados pela Petrobras. Dos 20 maiores campos produtores de petróleo, 18 são operados pela estatal brasileira e dois por empresas com capital estrangeiro: Peregrino/Statoil (8º lugar) e Ostra/Shell (14º). Dos 20 maiores produtores de gás natural, só um campo não é operado pela Petrobras: Gavião Real, da OGX Maranhão, 12º lugar na produção de gás natural.

continua após publicidade