Economia

Preço sobe e venda de imóveis usados cai na cidade de SP

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 30 de março (Folhapress) - As vendas de imóveis usados caíram 4,61% em janeiro relação a dezembro na cidade de São Paulo, segundo pesquisa do Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo) com 433 imobiliárias. Os financiamentos concedidos pelos bancos responderam por 33% do total de casas e apartamentos usados vendidos, ante 40% em dezembro. O restante das vendas foi feito à vista. Para o presidente da entidade, José Augusto Viana Neto, a queda nas vendas pode ser explicada pela sazonalidade e pela alta no preço dos imóveis, o que dificulta a obtenção de financiamento pelas famílias. "Janeiro é mês de férias, quando baixa a demanda. Essa é uma equação difícil de equilibrar porque o preço dos imóveis sobe enquanto o número de famílias com renda mensal adequada às exigências do banco diminui, diminuindo, consequentemente, as vendas", diz. O valor médio do metro quadrado do imóvel usado na Capital aumentou 4,38% em relação a dezembro. Os imóveis mais vendidos em janeiro foram os de preço final superior a R$ 200 mil, com 86% do total dos contratos. Das unidades vendidas, 66,67% eram apartamentos e 33,33% eram casas.  

continua após publicidade