Economia

Desemprego em 7 regiões metropolitanas sobe para 10,4% em fevereiro

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 27 de março (Folhapress) - A taxa de desemprego avançou de 10% em janeiro para 10,4% em fevereiro em sete regiões metropolitanas do país, elevando o contingente de desempregados em 82 mil pessoas. No mesmo período do ano passado, o desemprego foi de 10,1%. Os dados são da PED (Pesquisa de Emprego e Desemprego) do Seade/Dieese (Departamento Intersindical e Estatística e Estudos Socioeconômicos), divulgada hoje. O aumento ocorreu devido ao avanço da taxa de desemprego aberto, que passou de 7,5% para 7,9% no período. Já o desemprego oculto ficou estável. Enquanto a taxa de desemprego avançou em Belo Horizonte, no Distrito Federal, em Salvador, no Recife, em São Paulo e em Fortaleza, ficou praticamente estável apenas em Porto Alegre. O nível de ocupação em fevereiro sofreu redução de 0,9% devido à perda de postos de trabalho principalmente nos setores da indústria de transformação, construção e, em menor grau, no de serviços e no comércio. No setor privado, o número de empregados com registro em carteira permaneceu inalterado, e os trabalhadores sem carteira caíram 0,8%. Autônomos e empregados domésticos também diminuíram. A população economicamente ativa nas sete regiões totalizou 22.163 milhões de pessoas, enquanto o contingente de desempregados chegou a 2,311 milhões de pessoas. O rendimento médio real nas sete regiões diminuiu em janeiro, caindo 1,8% para os ocupados e 1,5% para os assalariados.  

continua após publicidade