Economia

Barbosa descarta impacto inflacionário pelo câmbio

Da Redação ·
O ministro interino da Fazenda, Nelson Barbosa, afirmou nesta terça-feira que não acredita que o aumento da taxa de câmbio, mesmo se persistir por algumas semanas, possa ter algum "impacto perceptível sobre o índice de inflação". Barbosa disse que a flutuação do câmbio é muito pequena para causar alguma mudança no índice inflacionário. "O dólar é flutuante e essa flutuação que está ocorrendo agora é perfeitamente normal tendo em vista o que está ocorrendo no resto do mundo", disse, após um almoço com senadores do bloco PTB, PR, PSC e PPL, no Senado, para discutir a conjuntura econômica de projetos relativos ao pacto federativo. De acordo com ele, o câmbio flutuante serve para absorver as flutuações do mercado. "O mais importante é que o Brasil tem reservas internacionais elevadas e tem capacidade de suportar eventuais choques internacionais sem desorganizar a sua economia", completou. ICMS Os senadores que almoçaram com Barbosa fecharam questão em apoiar o projeto enviado pelo governo que unifica a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em 4% para operações interestaduais. O projeto deve ir a votação na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) no dia 16.
continua após publicidade