Economia

BC: Déficit em conta corrente soma US$ 6,625 bi

Da Redação ·
Depois de um forte rombo em janeiro, o déficit das transações correntes ficou um pouco menor em fevereiro, informou nesta sexta-feira o Banco Central. O resultado negativo foi de US$ 6,625 bilhões no mês passado. No primeiro bimestre de 2013, o déficit em conta corrente somou US$ 17,997 bilhões, o que representa 4,82% do Produto Interno Bruto (PIB). No acumulado dos 12 meses até fevereiro deste ano, o rombo é de US$ 63,464 bilhões, o equivalente a 2,79% do PIB. Em fevereiro, o déficit da balança comercial foi de US$ 1,278 bilhão, enquanto a conta de serviços ficou negativa em US$ 3,182 bilhões. Já a conta de rendas registrou déficit de US$ 2,667 bilhões. Investimentos Diretos Os Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) somaram US$ 3,814 bilhões em fevereiro, acima dos US$ 3,646 bilhões registrados em igual período do ano passado. No acumulado do ano até fevereiro, o IED somou US$ 7,517 bilhões, o equivalente a 2,01% do PIB. No mesmo período do ano passado, o IED acumulado era de US$ 9,051 bilhões. No acumulado em 12 meses até fevereiro, o IED está em US$ 63,737 bilhões, o que corresponde a 2,80% do PIB. O BC informou ainda que o saldo de remessas de lucros e dividendos ficou negativo em US$ 2,174 bilhões em fevereiro, ante uma saída líquida de US$ 528 milhões verificada em igual mês do ano passado. No acumulado de 2013 até fevereiro, as remessas líquidas somaram US$ 4,242 bilhões, ante US$ 1,510 bilhão no mesmo período de 2012.
continua após publicidade