Economia

Valor mínimo para TED será R$ 1 mil a partir de 6ª feira

Da Redação ·
O valor mínimo para uma Transferência Eletrônica Disponível (TED) cairá de R$ 2 mil para R$ 1 mil a partir de sexta-feira informa em nota a assessoria da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). A ideia dos bancos é ampliar o acesso a este serviço para que um número maior de clientes pessoas físicas e jurídicas possa fazer transferências de recursos entre bancos diferentes. "A TED faz com que o crédito entre na conta do destinatário no mesmo dia em que a transferência é solicitada. Em outras formas de movimentação financeira, como o Documento de Crédito (DOC), é preciso aguardar pelo menos um dia para a conclusão da operação", diz a nota da Febraban. Essa é a terceira redução do valor da TED. Em 2010, o valor caiu de R$ 5 mil para R$ 3 mil, foi para R$ 2 mil em novembro do ano passado e, agora, para R$ 1 mil. Para evitar que o atrativo da TED gere uma demanda em excesso e sobrecarregue os sistemas de pagamento e de compensação das transações financeiras, os bancos estabelecem um valor mínimo para realizar esse tipo de transferência. Para transferências interbancárias abaixo de R$ 1.000,00, os clientes ainda podem recorrer aos DOCs, que têm valor limitado a R$ 5.000,00 por transação.
continua após publicidade