Economia

Indicador aponta alta de 1,1% na atividade de janeiro

Da Redação ·
Após o Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica mostrar a maior variação mensal dos últimos 34 meses, os economistas do órgão reforçaram a expectativa de que o crescimento econômico de 2013 será maior que a alta de 0,9% verificada em 2012. Em janeiro, indicador cresceu 1,1% na comparação com dezembro, já descontadas as influências sazonais. Na comparação com janeiro do ano passado, a expansão foi de 3,7%, a maior em 20 meses neste critério de comparação. Além dos números positivos, os economistas destacam que as perspectivas de um avanço mais intenso no mercado de crédito, de recuperação do nível dos investimentos produtivos e de uma safra de grãos ao menos 10% superior à do ano passado deverão resultar em um desempenho mais favorável da atividade econômica em 2013. O crescimento de 1,1% da atividade econômica em janeiro, do ponto de vista da oferta agregada, foi determinado pelos avanços de 2,1% da atividade industrial e de 1,8% da produção do setor agropecuário. Já o setor de serviços registrou uma expansão bem mais modesta, de apenas 0,3% no primeiro mês de 2013. Pelo lado da demanda agregada, os investimentos foram o destaque do crescimento da atividade econômica em janeiro, expandindo-se 2,8% na comparação com dezembro. Também o consumo das famílias, com alta de 1,5%, contribuiu positivamente para a atividade econômica neste início de ano. O consumo do governo teve alta bem menor, de apenas 0,8% em janeiro. Com queda de 3% das exportações e alta de 5,1% das importações, o setor externo contribuiu negativamente para a expansão econômica em janeiro.
continua após publicidade