Economia

Trabalho acredita que Caged indica resposta do mercado

Da Redação ·
O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) avalia que o resultado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de fevereiro, quando foram criados 123.446 postos líquidos de trabalho, divulgado nesta quarta-feira, está mais próximo da média, considerando-se os baixos números dos últimos meses, sinalizando uma reação do mercado de trabalho. De acordo com o novo ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, o saldo de fevereiro pode indicar um cenário positivo no ano. "Mas ainda é cedo para fazermos especulações", disse, por meio de nota. Ainda assim, a quantidade de demissões no mês, de 1.650.965, foi a maior para fevereiro, segundo o MTE. O setor de serviços liderou a geração de empregos, com 82.061 postos, seguido da indústria de transformação (33.466) e construção civil (15.636). O comércio apresentou demissão líquida de 10.414 empregados e a agricultura reduziu as vagas em 9.775.
continua após publicidade