Economia

Reino Unido revisa para baixo previsão de crescimento em 2013

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 20 de março (Folhapress) - O governo do Reino Unido anunciou hoje que revisou a meta de crescimento para 2013 e 2014, em um novo corte nas estimativas, que já haviam sido rebaixadas em dezembro. Os britânicos acreditam que a alta do PIB será de 0,6% em 2013 e 1,8% em 2014. A economia britânica sofre os efeitos da crise econômica na zona do euro, o principal mercado de comércio exterior. No quarto trimestre de 2012, houve contração de 0,3%. Desde o início da recessão mundial, em 2008, o Reino Unido perdeu 3,3% de seu valor econômico. Apesar da redução, o ministro das Finanças, George Osborne, afirmou que o país evitará dois trimestres de queda consecutiva e não cairá em recessão. Ele apresentou nesta quarta o Orçamento para o exercício 2013-2014. O ministro disse que as previsões são de que o PIB do Reino Unido cresça 1,8% em 2014, 2,3% em 2015 e 2,7% em 2016, e que o país evitará a recessão pois o primeiro trimestre deste ano marcará também um crescimento positivo. Em sua esperada exposição, Osborne admitiu que a recuperação está levando "mais tempo do que qualquer um esperava". Ele considera, no entanto, que o tímido crescimento britânico será importante ante um cenário de "recessão" para os países da zona do euro. O Orçamento deverá incluir mais cortes financeiros em diversos ministérios, exceto nas pastas da Saúde e da Educação. O ministro das Finanças também anunciou a redução do imposto corporativo para 21% este ano e 20% em 2015 para impulsionar o investimento no Reino Unido.  

continua após publicidade