Economia

Dólar cai e fecha cotação à vista em R$ 1,95

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 19 de fevereiro (Folhapress) - O dólar negociado no mercado à vista -que é utilizado como referência para as negociações no mercado financeiro- fechou hoje em baixa de 0,42%, cotado a R$ 1,956 na venda, pressionado por expectativas de entrada de divisas no país e a possibilidade de que o Banco Central tolere um real mais valorizado para controlar a inflação. O foco dos investidores esteve sobre o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, que afirmou hoje que a inflação do país está controlada. Ele sinalizou, contudo, para oscilações da taxa básica de juros, a Selic, no futuro.

"Queria deixar bem claro que não existe no país risco de descontrole da inflação. Isso não significa que os ciclos monetários foram abolidos, como tenho repetidamente mencionado", afirmou. Segundo ele, a estratégia do BC para os juros permanece "válida", mas ajustes poderão ser feitos. "Quando necessário, a postura do BC em relação à política monetária será ajustada. Neste novo momento, a taxa Selic oscilará em patamares mais baixos do que no passado", disse. O dólar comercial -usado para transações entre o Brasil e o exterior, como importações e exportações e remessas de empresas estrangeiras para seus países de origem- registrou queda de 0,4%, cotado a R$ 1,955 na venda.
 

continua após publicidade