Economia

Febraban: IPCA-15 acumulado pode chegar a 6,10%

Da Redação ·
Caso a estimativa média do mercado para o IPCA-15, de variação de 0,61%, se confirme na próxima sexta-feira (22), o índice acumulado em 12 meses subirá de 6,02% para 6,10%. Este é um dos destaques apontados no Informativo Semanal de Economia Bancária (Iseb) da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Além de trazer a análise sobre o próximo resultado do IPCA-15, o informativo da instituição também ressalta que, "apesar de toda a movimentação registrada no mercado de juros na semana passada, a pesquisa Focus desta segunda-feira praticamente não trouxe alterações relevantes nas principais variáveis coletadas". A Febraban reforça que a pesquisa mantém a projeção para a Selic de 7,25% ao ano para 2013 e de 8,25% ao ano no final de 2014. A instituição destaca ainda o estudo elaborado pelo Grupo dos 30, "que reúne as maiores autoridades e especialistas mundiais em Economia e Finanças", sobre questões referentes formas de prover fontes estáveis de financiamento de longo prazo visando assegurar um crescimento econômico sustentado, tanto em economias desenvolvidas como em emergentes. Para a Febraban, o estudo final, divulgado na última semana, "traz uma análise interessante" da situação atual e dos modelos adotados. O texto é uma leitura "indispensável" em todos os países, segundo a Febraban, e em especial para a economia brasileira, "na qual a retomada dos investimentos é uma das questões econômicas mais importantes da conjuntura atual". De acordo com a instituição, a análise aponta "princípios que deveriam ser seguidos e propostas para endereçar os desafios identificados".
continua após publicidade