Economia

Taxa de empréstimo e cheque especial fica estável pelo 4º mês seguido

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 15 de fevereiro (Folhapress) - Depois de uma rodada de reduções mais expressivas nos juros cobrados ao consumidor no ano passado, as taxas dão sinais de acomodação nos níveis atuais.

Os juros médios do cheque especial e do empréstimo pessoal ficaram estáveis pelo quarto mês seguido em fevereiro, segundo levantamento do Procon-SP.

Considerando os cinco bancos pesquisados pela entidade, a taxa média para o empréstimo pessoal está em 5,35% ao mês. Já para o cheque especial, que é uma linha mais cara, a média está em 7,92% ao mês.

Metodologia

O Procon-SP calcula mensalmente as taxas de juros das duas modalidades de crédito nos bancos Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC, Itaú, Safra e Santander.

Considerando a possibilidade de variação da taxa do empréstimo pessoal em função do prazo do contrato, a fundação estipula o período de 12 meses, opção oferecida por todos os bancos pesquisados. Para, o cheque especial foi considerado o período de 30 dias.

Os dados se referem às taxas máximas pré-fixadas para clientes não preferenciais, independente do canal de contratação, e foram coletados em 4 de fevereiro de 2013, segundo a fundação.
 

continua após publicidade