Economia

Desemprego em São Paulo chegou a 5,2% em dezembro

Da Redação ·
A principal região empregadora do País, a região metropolitana de São Paulo, registrou aumento na taxa de desemprego em dezembro de 2012 (5,2%) ante dezembro de 2011 (4,7%), informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O mesmo movimento ocorreu no Recife: de 4,7% em dezembro de 2011 para 5,6% em dezembro de 2012. O recuo do desemprego nas demais regiões, no entanto, permitiu que a média nacional caísse 0,1 ponto porcentual, de 4,7% para 4,6% no período. São Paulo tem o maior peso na pesquisa, responsável por 40% da força de trabalho. "O fato preocupa, porque São Paulo tem um efeito farol (antecipa o que ocorre depois nas demais regiões). Recife não, porque tem um dinamismo fraco, com um grande porcentual de trabalhadores na informalidade", disse Cimar Azeredo, gerente da Coordenação de Trabalho e Rendimento do IBGE. Embora a taxa de desemprego nacional tenha recuado de 4,9% em novembro para 4,6% em dezembro, o IBGE considera que, estatisticamente, houve estabilidade em relação a dezembro de 2011, quando ficou em 4,7%. Segundo Azeredo, apenas em janeiro será possível verificar se o menor dinamismo da economia ao longo de 2012 está se refletindo no mercado de trabalho. "Quando a gente compara dezembro com novembro, no curto prazo, a gente vê que aquele efeito sazonal aconteceu: aumento no trabalho temporário, menos dias de procura (por trabalho), o comércio absorvendo trabalhadores de outros grupamentos", citou. O gerente do IBGE explicou que o mercado de trabalho mostra força quando tem capacidade de evitar a dispensa dos trabalhadores temporários contratados em outubro, novembro e dezembro.
continua após publicidade