Economia

Peugeot Citroën investirá R$ 1,4 bi no Brasil

Da Redação ·
Em 2009, o grupo francês vendeu 150 mil veículos
fonte: sidneyrezende.com.br
Em 2009, o grupo francês vendeu 150 mil veículos

 A PSA Peugeot Citroën investirá no Brasil R$ 1,4 bilhão até 2012. O anúncio foi feito pelo presidente mundial da montadora, Philippe Varin, na presença de Sérgio Cabral Filho, governador do Rio de Janeiro, Estado onde está o Centro de Produção do Grupo PSA no país.
 

continua após publicidade

A montadora de origem francesa explicou que boa parte dos recursos será empregada no desenvolvimento de projetos de veículos das marcas Peugeot e Citroën, além de novos motores. A empresa também quer investir no aumento da capacidade de produção do Centro de Produção de Porto Real.
 

Em julho de 2009, a empresa inaugurou uma Unidade de Usinagem de Motores no Centro de Produção de Porto Real. No último janeiro, contratou 700 funcionários para a implantação do terceiro turno - que entrou em atividade em 18 de fevereiro - para a produção de veículos e motores na unidade industrial.
 

continua após publicidade

Segundo Varin, o investimento poderá aumentar a produção anual de veículos das marcas Peugeot e Citroën no Brasil de 150 mil para 220 mil. Varin também disse confiar no crescimento de 5 a 10% do mercado brasileiro de automóveis, o que, para ele, "é excelente em comparação com outros países".
 

Segundo Varin, o grupo francês pretende ampliar a sua participação no mercado brasileiro, que atualmente é de 5%, com o lançamento de novos modelos este ano. Um deles é uma picape compacta da marca Peugeot projetada especialmente para o mercado brasileiro, batizada Hoggar.
 

Varin afirmou que a companhia ainda estuda uma estratégia para alcançar o mercado popular, mas por enquanto vai se concentrar nos veículos de maior valor agregado. De acordo com ele, dentro do seu segmento alvo, as marcas Peugeot e Citroën, atingem 60% de participação no mercado. No ano passado, o grupo francês vendeu 150 mil veículos. A PSA Peugeot Citroën é a quinta maior montadora do País.