Economia

Juros caem pelo 9º mês e alcançam nova mínima histórica

Da Redação ·

Por Julia Borba BRASÍLIA, DF, 19 de dezembro (Folhapress) - A taxa de juros caiu pelo nono mês consecutivo, segundo dados do Banco Central divulgados hoje e fechou em 28,9% ao ano -com redução de 0,5 ponto percentual em novembro frente ao mês anterior. O resultado é o menor da série histórica iniciada em 2000. "A expansão do crédito nesse mês se dá em um cenário de redução da taxa de juros para pessoas físicas e jurídicas, empresas e famílias. Esse recuo reverte os dados parciais que apontavam para uma quebra dessa trajetória", disse o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel. Enquanto para a pessoa física a redução da taxa foi de 0,6 ponto percentual em novembro, passando de 35,4% para 34,8% ao ano, para pessoa jurídica a queda no mês foi de 0,4 ponto percentual, saindo de 22,1% para 21,7% ao ano. Spread O relatório do BC sobre a operação de crédito país, em novembro, mostrou ainda que o spread (diferença entre o custo de captação do banco e a taxa cobrada ao cliente final) atingiu 21,6 pontos percentuais em novembro, contra 22,1 pontos no mês anterior. Esse é o menor patamar registrado desde 2001, quando o BC começou a registrar os dados. Para pessoa física, esse resultado ficou em 27,3 pontos percentuais; enquanto para as empresas esse resultado ficou em 14,7 pontos percentuais.  

continua após publicidade