Economia

Liminar suspende mais 30 demissões do Santander

Da Redação ·

Por Thiago Santos SÃO PAULO, SP, 18 de dezembro (Folhapress) - Trinta funcionários do Santander que foram demitidos na cidade de Campinas (a 93 km de São Paulo) e região terão de ser readmitidos após o sindicato dos bancários local obter uma liminar hoje. Na semana passada, o banco confirmou o desligamento de mais de mil funcionários em todo o país. Caso o Santander não cumpra a decisão, o juiz Rafael Marques de Setta, da 11ª Vara do Trabalho de Campinas, estabeleceu multa de R$ 100 mil por trabalhador demitido -R$ 30 milhões se nenhum funcionário for readmitido. A tese defendida pelo sindicato e aceita pelo juiz foi a de que demissões de grande volume devem ser negociadas previamente com os trabalhadores. O maior número de demissões ocorreu em São Paulo e região (440 funcionários). O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região já havia obtido, em 6 de dezembro, liminar parecida que suspendia as demissões. Desde o dia 11, são realizadas audiências de conciliação para a reversão desses desligamentos. Segundo o sindicato, foram feitas cerca de cem demissões irregulares -de funcionários que deviam contar com estabilidade ou têm problemas de saúde, por exemplo. Uma nova audiência de conciliação está sendo realizada hoje para se tentar um acordo.  

continua após publicidade