Economia

Peso da cidade de São Paulo na indústria diminui

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 12 de dezembro (Folhapress) - O peso da cidade de São Paulo no PIB industrial do Estado diminuiu nos últimos dez anos em reflexo do processo de interiorização do setor produtivo. A capital representava, em 2010, 24,6% da geração de riqueza do setor, ante 31,6% em 2000.

Ainda assim, o município mantém a liderança na indústria e em serviços (40,5% do total) e é, por isso, a cidade de maior peso no PIB total do Estado, com 35,6% da riqueza gerada, segundo dados de 2010. Em 2000, a capital detinha 37,8%.

A cidade de São Paulo também lidera no país, com 11,8% do PIB brasileiro total de 2010.

Os dados da Seade (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados), com base nos PIBs municipais do IBGE e divulgados hoje, mostram também menor concentração da geração de riqueza no Estado.

Enquanto os dez municípios com maior PIB representavam 58,5% do valor adicionado no Estado em 2000, o percentual caiu para 56,6% em 2010.

Da mesma forma, houve queda no grupo principal do PIB do Estado. Em 2010, 40 municípios respondiam por 75% da geração de riqueza em São Paulo, ante 35 há dez anos.

Entre as cidades, destaque para São José dos Campos. O município caiu do segundo posto para a oitava posição em termos de relevância no PIB Estadual -representa 1,9% do total em 2010-, com perdas de participação nos setores de indústria e serviços.

Per capita

Em termos de renda per capita, Louveira aparece na primeira posição do Estado, com R$ 239.950. Em 2000, a cidade nem aparecia no ranking das dez maiores quando considerado este critério.

Estrearam também na lista das cidades com maior renda per capita em 2010 Gavião Peixoto e Vinhedo. Na comparação com 2000, apenas Paulínia, Jambeiro e Barueri se mantiveram nesse grupo.
 

continua após publicidade