Economia

Prorrogado programa de estímulo à exportação de plástico

Da Redação ·
O Instituto Nacional do Plástico (INP) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil) assinaram a renovação do Projeto Export Plastic até maio de 2014. A iniciativa, criada em 2004, tem por objetivo final estimular a expansão das exportações das empresas do setor de transformação plástica do País. Atualmente, o programa atende 70 empresas, a partir da participação em feiras internacionais, missões comerciais e prospecção de mercados. "O trabalho está na capacitação dessas empresas e em detectar oportunidades para que elas atuem com sucesso no mercado externo e contribuam, também, com a promoção da qualidade e competitividade dos produtos brasileiros de plásticos", destacou em nota o presidente executivo do INP, Luciano Guidolin, membro também da diretoria da petroquímica Braskem. O convênio terá novidades na nova etapa, incluindo a mudança do nome e da marca do programa. Além disso, está prevista a inclusão de projetos customizados para atender às necessidades mais específicas das empresas associadas, assim como o acesso a informações privilegiadas sobre os mercados-alvo por meio de pesquisas, monitoramento de tendências, estudos de mercado e de percepção.
continua após publicidade