Economia

Comércio registra alta de 6,3% em 2012, diz Sindicom

Da Redação ·

Por Denise Luna RIO DE JANEIRO, RJ, 11 de dezembro (Folhapress) - As vendas de combustíveis em 2012 cresceram 6,3%, segundo estimativa do Sindicom (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes), para 118 bilhões de litros. As vendas movimentaram um volume de recursos de R$ 260 bilhões em faturamento, informou o presidente do Sindicom, Alísio Vaz. Ele destacou que nunca o mercado cresceu tanto acima do PIB como neste ano, quando se projeta um PIB de 1,5%. "Este lado positivo teve como contrapartida a sobrecarga da infraestrutura do país, que não acompanhou o crescimento vertiginoso da demanda nos últimos anos", disse Vaz. A venda de combustíveis fósseis superou em muito a de produtos considerados menos poluentes, como etanol e o GNV (Gás Natural Liquefeito). O destaque foram as vendas de gasolina, com crescimento de 12,2%, para 39,8 bilhões de litros, e de diesel, da ordem de 6,8%, para 55,8 bilhões de litros. O querosene de aviação teve alta de 6,1%. Já as vendas de etanol hidratado tiveram queda de 10,4%, para 9,7 bilhões de litros, e de GNV foram reduzidas em 0,7%, para 1,9 bilhão de litros equivalentes. As vendas de óleo combustível também recuaram, em 2,5%, para 3,5 bilhões de litros. Vendas de combustíveis sobem 6,3% em 2012, segundo o Sindicom.  

continua após publicidade