Economia

Jornalistas do "El País" entram em greve contra plano de demissões

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 6 de novembro (Folhapress) - Jornalistas do "El País" entraram em greve hoje contra o plano de demissões apresentado pela direção da grupo Prisa, que edita o jornal espanhol. Fotos publicadas no Twitter mostram a Redação do jornal totalmente vazia. Segundo representantes dos trabalhadores, a adesão foi de 95% -ou 79%, de acordo com a empresa. A greve está prevista para durar três dias. Por conta da greve, a direção do jornal alertou os leitores, em texto publicado no site do diário, que a edição impressa de amanhã pode não ser entregue ou chegar com menos páginas ou algumas seções faltando. A decisão de entrar em greve se deu após o fracasso das negociações sobre o plano de demissões anunciado pela empresa. Os trabalhadores rejeitaram uma nova proposta de reduzir as demissões de 149 para 139. O jornal conta com 460 postos de trabalho. A direção também propôs diminuir o percentual de corte, de 15% para 13%. No ano passado, os trabalhadores já haviam sido submetidos a uma redução de 20%. O grupo Prisa registrou um prejuízo de 31 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano. Os investimentos com publicidade na Espanha devem encolher 15% em 2012, de acordo com previsão da Zenith Optmedia, do grupo Publicis.  

continua após publicidade