Economia

Eletrobras ainda analisa venda de federalizadas

Da Redação ·
A Eletrobras vai decidir até o fim do ano se venderá ou não unidades distribuidoras federalizadas. A companhia apresentará ao governo uma série de alternativas para redução de custos, diante da expectativa de queda na receita como consequência da renovação da concessão. "Nós não tivemos nenhuma orientação do governo no sentido de vendê-las, mas sim de torná-las o mais eficiente possível. E, aliás, elas têm melhorado muito", afirmou o presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto. Segundo ele, a companhia levará ao governo uma série de alternativas, que podem incluir redução de custos, aumento de receita e reorganização societária. "Vamos analisar dentro do pacote que receberemos qual indenização que vamos receber, qual o preço de geração e transmissão que teremos na Eletrobras. Vamos analisar para verificar a redução de custos que vamos fazer, ou aumento de receita, e inclusive propor algum aspecto de reestruturação organizacional, que pode passar também por uma parte de reorganização societária", declarou Carvalho Neto. "Vamos apresentar para o governo diversas alternativas. Levaremos ao governo para decisão deles", acrescentou. Quanto à operação pente fino que a Eletrobras fará nas subestações a partir do início de novembro, o executivo disse que o procedimento não representará custos adicionais à empresa e será feito em parceria com universidades. "Vamos fazer oito subestações por semana, até percorrer toda a malha principal, o que deve ocorrer até meados de fevereiro", disse Carvalho Neto.
continua após publicidade