Economia

Mercado reduz previsão da Selic em 2013 para 7,75% ao ano

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 29 de outubro (Folhapress) - O mercado reduziu a perspectiva para a Selic em 2013 e agora prevê que a taxa básica de juros da economia brasileira terminará o ano que vem em 7,75% -ante 8,00% na semana passada-, segundo a pesquisa Focus do BC (Banco Central) publicada hoje.

Para 2012, os analistas mantiveram a previsão de que a Selic ficará nos atuais 7,25%, depois de o BC ter deixado claro em ata da última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) que o ciclo de cortes foi encerrado.

A ata do Copom, no entanto, deixou em aberto os próximos passos que serão tomados ao longo do ano que vem, e as apostas ficaram divididas entre a estabilidade do atual patamar e elevação da Selic.

Entre os Top 5 -grupo das instituições que mais acertam suas análises no boletim Focus-, por exemplo, a estimativa é de que a taxa básica de juros permaneça nos atuais 7,25% em 2013.

A pesquisa mostra também que os analistas voltaram a elevar ligeiramente a projeção para a inflação neste ano. O mercado espera que o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), indicador oficial da inflação, fique em 5,45% neste ano -ante 5,44% na semana passada.

Os alimentos continuam sendo o principal vilão da inflação, mas analistas já falam em uma perda de força desse movimento nos próximos meses.

Para 2013, a pesquisa mostra que o mercado prevê o IPCA a 5,40% -ante 5,42% no boletim anterior.

Para o PIB (Produto Interno Bruto), a expectativa é de que o crescimento fique em 1,54% --projeção estável em relação ao último Focus. Para 2013, a perspectiva permaneceu em 4,00%.

A pesquisa de hoje mostrou que o mercado manteve a previsão de que o dólar encerrará o ano cotado a R$ 2,01.
 

continua após publicidade