Economia

Corpo de jovem morto em república será levado hoje ao CE

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, E RIO DE JANEIRO, RJ, 27 de outubro (Folhapress) - O corpo do estudante José Leandro Pinheiro, 22, será encaminhado para o Ceará na tarde D de hoje em um voo da TAM previsto para decolar do aeroporto Tom Jobim (o Galeão) por volta das 14h20. A previsão é que ele chegue na capital cearense por volta das 16h30. O pai de José Leandro, o agricultor Nestor Pinheiro, 48, saiu de Deputado Irapuan Pinheiro, no sertão do Ceará, e chegou ontem ao Rio para busca o corpo do rapaz. Segundo ele, o crime acabou com um sonho. "Foi muito difícil para esse filho estudar, porque a gente é pobre, é agricultor, mas sempre optou pelo estudo." Aluno do curso de mestrado do Impa (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada), José Leandro foi morto anteontem a facadas e pedradas enquanto dormia na república onde morava, no Jardim Botânico (zona sul). O principal suspeito, já preso, é o também estudante do Impa Bruno Euzébio dos Santos, 26. Santos foi encontrado desacordado no chão da cozinha por outro morador da república e com as mãos sujas de sangue. Segundo o delegado Rivaldo Barbosa, da Divisão de Homicídios, ele disse em depoimento que o crime foi motivado por bullying e que, depois de matar Pinheiro, ele tentou o suicídio. Bruno foi preso em flagrante pelo crime de homicídio qualificado, já que a vítima não teve chance de defesa por estar dormindo. A pena para o crime varia de 20 a 30 anos de prisão. Segundo o delegado, Santos confessou o crime na frente dos pais, que chegaram ontem de Sergipe. Uma misssa em memória de José Leandro está pragramada para a próxima quarta-feira no Rio.  

continua após publicidade