Economia

Ação do Facebook dispara 20% no dia seguinte à divulgação de prejuízo

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 24 de outubro (Folhapress) - O preço das ações do Facebook disparava 20% na tarde de hoje, no dia seguinte à divulgação do segundo balanço trimestral da companhia. Apesar de ter registrado novo prejuízo líquido, desta vez de US$ 57 milhões, o resultado surpreendeu o mercado porque a rede social apresentou receita acima do esperado no período, principalmente devido à receita obtida com anúncios em dispositivos móveis --considerado o "calcanhar de Aquiles" do Facebook pelos investidores. O papel da empresa subia 20,05% às 16h34 (horário de Brasília), para US$ 23,41, maior valor para a ação desde 27 de julho (US$ 23,70). Cada vez mais a rede é acessada por celulares. Foram 604 milhões de usuários ativos mensais em dispositivos móveis em setembro de 2012 -crescimento de 61% ante setembro de 2011-, 1,01 bilhão de usuários ativos mensais em todas as plataformas -alta de 26% na mesma comparação- e 584 milhões de usuários ativos diários -alta de 28%. Os usuários que acessaram a rede social em celulares com internet já representam 60% dos acessos mensais. O Facebook, no entanto, ainda não havia encontrado uma forma de rentabilizar essa operação, o que causava ceticismo dos investidores e derrubava o valor de suas ações. Desde a sua abertura de capital, em maio deste ano, os papéis caíram à metade do valor inicial.  

continua após publicidade