Economia

Caixa oferece novas condições de crédito para hospitais e clínicas

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 19 de outubro (Folhapress) - Com o objetivo de ampliar seu apoio financeiro a instituições de saúde, a Caixa lança hoje novas linhas de crédito destinada a clínicas, laboratórios e hospitais prestadores de serviços ao Sistema Único de Saúde. Cerca de R$ 500 milhões serão destinados em recursos para a linha de crédito. A expectativa do banco é de dobrar esse valor no próximo ano. A linha possibilita a antecipação do fluxo de recursos a receber junto ao Ministério da Saúde. Dentre os benefícios estão a extensão do prazo para pagamento do crédito de 60 para 84 meses e a possibilidade de ter até seis meses de carência. As taxas variam de acordo com perfil do cliente e condições da operação. Podem ser antecipados os recursos de todos os serviços prestados pelas Santas Casas, hospitais, clínicas e laboratórios, inclusive serviços ambulatoriais e de internações. "A Caixa já é um dos principais apoiadores financeiros do setor, com recursos aplicados na ordem de R$ 1,5 bilhão, com mais de 600 entidades atendidos, e quer aumentar ainda mais esta participação", disse o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, Geddel Vieira Lima, em nota. Para Lima, o produto é mais uma importante contribuição da Caixa na reestruturação, apoio financeiro e aumento da capacidade dessas entidades em prestar serviços de saúde à população brasileira. Ensino superior De olho na expansão do mercado de ensino superior, a Caixa também lança um pacote voltado a instituições desse segmento. De acordo com o banco, as empresas terão descontos nas tarifas. E, por um período de seis meses, poderão até ser isentas da cobrança. Caso a instituição leve a folha de pagamento para o banco, a isenção se estende por mais seis meses. A Caixa informou ainda que, com o pacote, as instituições de ensino superior poderão realizar empréstimos usando como garantia o fluxo de recebíveis das mensalidades. Outro destaque é a possibilidade de parcelamento das mensalidades, pelos alunos, em até 48 meses, com taxas que variam de 0,89% ao mês e 1,90% ao mês.  

continua após publicidade