Economia

Número de cheques devolvidos tem menor patamar do ano em setembro

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 22 de outubro (Folhapress) - Em setembro, os cheques devolvidos por falta de fundos no país representaram 1,87% do total, o menor patamar do ano, aponta pesquisa feita pelo Serasa Experian. Foi a terceira queda mensal consecutiva. Em agosto, houve 1,97% de devoluções, e em setembro do ano anterior, 1,82%. Já no acumulado do ano, os cheques devolvidos registraram 2,03%, acima do 1,92% observados de janeiro a setembro de 2011. De acordo com economistas da entidade, o indicador recuou porque o consumidor está priorizando a quitação de dívidas e evitando novos parcelamentos. No acumulado do ano, de janeiro a setembro, a devolução de cheques por falta de fundos é superior à verificada em igual período de 2011, pelo forte crescimento dos cheques não honrados no primeiro semestre deste ano. Regiões Em 2012, o Estado de Roraima teve o maior percentual de cheques devolvidos por falta de fundos (12%), enquanto São Paulo teve o menor percentual (1,5%). Rio de Janeiro teve o segundo melhor índice, com 1,6% de devoluções, e Minas Gerais ficou na sétima colocação, com 1,9%, perto da média nacional, de 2,03%. No comparativo por regiões, o maior percentual ficou com a região Norte, que respondeu por 4,4% dos cheques devolvidos. O Sudeste, por outro lado, teve apenas 1,6%, o menor índice identificado. A região Sul apresentou índice de 1,9%, a Centro-Oeste de 2,8% e a Nordeste de 3,7%.  

continua após publicidade