Economia

Barbosa diz que não será preciso subir juros em 2013

Da Redação ·
O secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, disse que "não será preciso subir juros em 2013." Para ele, as condições econômicas do País no decorrer deste ano e no próximo permitirão que a economia cresça 2% em 2012, avance para um número entre 4% e 5% no ano que vem, sem pressões inflacionárias. "Nós criamos as condições necessárias de expansão do nível de atividade, com distribuição de renda e ampliação dos investimentos", destacou. "Além disso, o Brasil está crescendo há alguns trimestres abaixo do seu potencial, o que não vai agregar pressões de alta sobre os preços", destacou. Barbosa afirmou que o IPCA deve convergir à meta de 4,5% até o final de 2013, devido a alguns elementos. Ele destacou a redução das tarifas de energia, que vão retirar do IPCA de 0,5 a 0,6 ponto porcentual no próximo ano. "Como a economia vai crescer mais no ano que vem, isso vai ampliar a produtividade das empresas, o que vai reduzir custos", comentou, acrescentando que isso deve ajudar a conter os preços de produtos e serviços. Nelson Barbosa participou, na manhã desta segunda-feira, do Nono Fórum de Economia realizado pela Escola de Economia de São Paulo - (EESP-FGV), coordenado pelo professor Luis Carlos Bresser Pereira.
continua após publicidade