Economia

Combustíveis desaceleram bens intermediários no IGP-10

Da Redação ·
O aumento menor dos preços de combustíveis e lubrificantes para a produção foi o responsável pela desaceleração da inflação dos bens intermediários dentro do Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10), divulgado nesta segunda-feira pela Fundação Getúlio Vargas. De acordo com a FGV, combustíveis e lubrificantes para a produção desaceleraram de 5,01% em agosto para 0,85% em setembro. Com isso, a variação dos bens intermediários ficou em 0,75% neste mês, ante 1,11% no mês passado. Já entre as matérias-primas brutas, cuja alta foi de 2,82% em setembro, bem abaixo dos 5,39% registrados em agosto, os itens soja em grão (de 15,62% para 5,46%), milho em grão (de 22,17% para 5,68%) e café em grão (de 9,25% para -4,72%) mais que compensaram as acelerações de preços verificadas em aves (de 4,57% para 11,92%), bovinos (de -1,33% para 1,22%) e algodão em caroço (de -0,24% para 6,33%), ainda de acordo com a FGV.
continua após publicidade