Economia

China diz que compra de ilhas afetará comércio com Japão

Da Redação ·
A decisão do governo japonês de comprar as disputadas ilhas Senkaku (Diaoyu) terá provavelmente um impacto sobre o comércio sino-japonês, disse nesta quinta-feira o vice-ministro do Comércio da China, Jiang Zengwei. Segundo ele, um bom ambiente político é a base de boas relações comerciais, e a China espera que o Japão vá criar um bom ambiente para os laços econômicos e comerciais entre os países. "Até agora não vimos nenhuma ação por parte dos consumidores chineses em resposta à violação do Japão de nossos direitos territoriais", disse Jiang. "Mas se alguns consumidores chineses quiserem expressar suas opiniões (sobre a compra das ilhas) de uma forma razoável, pensamos que esse é um direito deles e nós entenderemos completamente." Na segunda-feira, o governo japonês informou que vai nacionalizar as ilhas do Mar da China Oriental, conhecidas como Senkaku em japonês e Diaoyu em chinês. As ilhas são administradas pelo Japão, mas também reivindicadas pela China. Os comentários de Jiang vêm após algumas montadoras japonesas apresentarem queda nas vendas na China em agosto, apesar de um aumento global de 11%. A Mazda Motor teve baixa de 6% em agosto, ante julho, enquanto a Toyota Motor recuou 15%. Funcionários de uma associação da indústria automobilística chinesa disseram que a queda nas vendas está provavelmente ligada à disputa territorial. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade