Economia

Procon autua correspondentes que oferecem consignado

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 12 de setembro (Folhapress) - O Procon-SP autuou 15 empresas de correspondentes bancários que oferecem empréstimos consignados em São Paulo.

Segundo o órgão de defesa do consumidor, as principais infrações foram a falta de crachá de identificação dos chamados "pastinhas" -os profissionais que oferecem o crédito- e a falta de informação sobre telefones dos SACs (Serviços de Atendimento ao Consumidor) e do Banco Central.

O crédito consignado, geralmente oferecido a aposentados e pensionistas, tem o desconto direto na folha de pagamento, o que gera um risco baixíssimo para a instituição credora.

A autuação pode gerar multa entre R$ 450 e R$ 6,5 milhões. Além disso, 21 empresas tiveram contratos dos bancos recolhidos para análise mais detalhada do Procon-SP.

Regulamentação

Hoje, uma reunião do Conselho da Previdência Social, para discutir a regulamentação da profissão do "pastinha", acabou sem consenso. O tema deverá voltar a ser discutido em reuniões futuras.

 

continua após publicidade