Economia

Barbosa: redução do preço da energia ataca Custo Brasil

Da Redação ·
O secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, disse nesta terça-feira (11) que a medida anunciada hoje pelo governo de redução das tarifas de energia elétrica ataca o Custo Brasil, e que os empresários vão repassar essa queda do custo de energia para os preços. Barbosa projetou uma queda no IPCA de 0,5 a 0,6 ponto porcentual, como impacto direto da redução do preço da conta de energia para o consumidor. Ele acredita também que o pacote de hoje poderá ajudar a reduzir a inflação por meio da diminuição de outros custos para empresas e consumidores. Citou como exemplo a tarifa de condomínio, que embute o gasto de energia. Para Barbosa, a concorrência no mercado vai fazer com que esse ganho da indústria seja transferido para os preços nos setores mais competitivos e de maneira mais rápida. Disse que setores mais intensivos de uso de energia, como siderurgia, setor químico, petroquímico e de máquinas e equipamentos tendem a transferir mais rapidamente esse corte de custo de energia para seus produtos. Ele prevê que o pacote de energia vai impactar no crescimento econômico já em 2013, porque o corte na tarifa equivale a uma redução na taxa de juros e aumenta a renda disponível das famílias e das empresas. "Uma das grandes preocupações dos empresários é o fato do Custo Brasil ser muito alto. E essa redução do preço da energia ataca justamente o Custo Brasil", observou.
continua após publicidade