Economia

Demanda de consumidores cresce 3,1% em agosto

Da Redação ·

SÃO PAULO, SP, 11 de setembro (Folhapress) - A procura por crédito pelos consumidores teve alta de 3,1% em agosto em relação ao mês anterior, de acordo com estudo do Serasa Experian divulgado hoje. Trata-se da segunda alta consecutiva, sendo que em julho o aumento foi ainda maior, de 8% na mesma comparação. Em relação ao ano anterior, porém, houve recuo de 2,7% em agosto e de 5,6% no acumulado de janeiro a agosto de 2012. De acordo com economistas da Serasa Experian, o consumidor está demonstrando maior disposição em buscar crédito no segundo semestre por causa da redução nas taxas de juros. Além disso, o recuo da inadimplência também indica uma reabertura das linhas de crédito para aqueles consumidores que conseguiram regularizar a sua situação. Regiões Em agosto, o Nordeste representou a maior alta na demanda, com expansão de 5,2% na comparação com julho. O Centro-Oeste, por sua vez, viu a demanda interna de crédito expandir-se 4,2% no mesmo período, enquanto a região Norte teve alta de 3,9%, a região Sul de 3,2% e a região Sudeste de 2,0%. Em relação ao ano passado, apenas a região Norte teve expansão no crédito no acumulado do ano, de 0,8%. Todas as demais tiveram quedas, sendo que a região Nordeste apresentou o maior recuo, de 3,5%. Classes Em agosto, o maior aumento na demanda por crédito ocorreu entre os consumidores de baixa renda, que recebem até R$ 500 mensais. Neste extrato, a alta foi de 4,5% em relação a julho. Dentre as classes mais altas, que ganham mais de R$ 10.000 mensais, o crescimento também foi significativo, de 3,9% na mesma comparação. As demais faixas de renda tiveram altas de 2,7% (consumidores que ganham entre R$ 2.000 e R$ 5.000 mensais) e 3,2% (consumidores que recebem entre R$ 5.000 e R$ 10.000 por mês).  

continua após publicidade