Economia

Déficit comercial fica em US$ 42,0 bilhões em julho

Da Redação ·
O déficit comercial dos EUA ficou em US$ 42,0 bilhões em julho, segundo divulgou nesta terça-feira o Departamento do Comércio, abaixo das estimativas dos analistas ouvidos pela Dow Jones, que esperavam déficit de US$ 44,0 bilhões. O déficit de junho foi revisado para baixo, a US$ 41,9 bilhões, da leitura original de déficit de 42,92 bilhões. As exportações dos EUA caíram 1,0% em julho, para US$ 183,27 bilhões. Do outro lado, as importações recuaram 0,8%, para US$ 225,27 bilhões. O déficit dos EUA com a China cresceu 7,2% em julho, para o novo recorde de US$ 29,38 bilhões. As importações de produtos chineses também atingiram um novo recorde, a US$ 37,93 bilhões. Enquanto isso, as exportações para a zona do euro despencaram 14,5%, para US$ 14,92 bilhões. Assim, o déficit dos norte-americanos com o bloco avançou para US$ 10,19 bilhões, de 7,01 bilhões no mês anterior. O volume de importações de petróleo avançou para 275,14 milhões de barris em julho, de 263,44 milhões de barris em junho. Mas o preço médio do barril importado caiu 6,3%, para US$ 93,83, o menor nível desde março de 2011. Segundo o Departamento do Comércio, o déficit real, que é ajustado pela inflação e que os economistas usam para medir o impacto do comércio exterior no PIB, avançou para US$ 46,55 bilhões em julho, de US$ 43,99 bilhões no mês anterior. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade