Economia

Manufaturados são destaques nas exportações

Da Redação ·
As exportações na primeira semana de setembro (1 a 9) somaram US$ 4,445 bilhões, com média diária de US$ 1,111 bilhão, valor bem próximo à média verificada em setembro de 2011 (US$ 1,108 bilhão), com alta de 0,2%. Segundo dados divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), esse ligeiro aumento foi decorrente das exportações de manufaturados, que tiveram expansão de 9,3%, com destaque para etanol, automóveis, autopeças, motores e geradores elétricos e veículos de carga. As vendas de básicos também tiveram alta de 0,2%, devido a petróleo, soja em grão, milho e carne de frango. Já as exportações de semimanufaturados apresentaram queda de 18,7% em razão de celulose, ouro em forma semimanufaturada, ferro-ligas e óleo de soja em bruto. Na comparação com a média exportada em agosto de 2012 (US$ 973,1 milhões), o desempenho verificado na primeira semana de setembro foi 14,2% superior, devido à expansão de todas as categorias de produtos: manufaturados (+17,6%), básicos (+15,5%) e semimanufaturados (+2,1%). Com relação às importações, que somaram US$ 3,417 bilhões na primeira semana de setembro, com média diária de US$ 854,3 milhões, houve queda de 11,2% ante a média apurada em setembro de 2011 (US$ 962,5 milhões) e alta de 2,6% na comparação com agosto último (média diária de US$ 832,8 milhões). Segundo os dados do MDIC, na comparação com setembro do ano passado, caíram os gastos com combustíveis e lubrificantes (-60,3%), farmacêuticos (-27,7%), aparelhos eletroeletrônicos (-13,8%) e siderúrgicos (-12,3%). Em relação a agosto deste ano, houve aumento, principalmente, nas compras de adubos e fertilizantes (+23,1%), instrumentos de ótica e precisão (+19,6%), cereais (+18,2%) e máquinas e equipamentos (+11,6%).
continua após publicidade