Economia

Líderes gregos não chegam a acordo sobre pacote

Da Redação ·
Os líderes dos três partidos da coalizão do governo da Grécia não conseguiram, neste domingo, assinar um pacote final de cortes de gastos que o país precisa implementar para cumprir os termos do socorro internacional. Ao falar para jornalistas, o líder do Partido Esquerda Democrática, Fotis Kouvelis, disse que "nada havia sido decidido" e afirmou que outro encontro com os líderes dos partidos iria ocorrer na quarta-feira. Depois da reunião com outros dois líderes, Kouvelis advertiu que "nada deve ser considerado resolvido", ao descrever tanto as conversas como a própria unidade do governo de coalizão. Na sequência, o líder do Partido Socialista, Evangelos Venizelos, disse que o impacto de anos de medidas de austeridade têm pesado sobre a sociedade grega, mas negou que haja qualquer fissura entre os parceiros da coalizão. Em um comunicado separado aos jornalistas, o porta-voz do governo, Simos Kedikoglou, disse que a coesão dos três partidos da base governista era "inquestionável". Em jogo está um pacote de cerca de 13,5 bilhões de euros (US$ 17,1 bilhões) em cortes orçamentários demandados pelos credores do país, em troca para que Atenas receba parcela do mais recente pacote de resgate de 173 bilhões de euros. A reunião entre os líderes ocorreu no momento em que o grupo de credores internacionais visita a Grécia para negociar os dolorosos cortes. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade