Economia

Desemprego cai para 8,1%; contratações também têm queda

Da Redação ·





SÃO PAULO, SP, 7 de setembro (Folhapress) - A taxa de desemprego nos Estados Unidos caiu em agosto a 8,1%, mas as contratações no país também registraram uma forte queda, segundo cifras publicadas hoje pelo departamento do Trabalho.

A economia americana criou 96 mil empregos em agosto, ou seja, 32% a menos que no mês anterior. Os analistas esperavam uma desaceleração menos marcada nas contratações, com 130 mil novos postos, e esperavam uma taxa de desemprego estável em relação a julho, de 8,3%.

A taxa de desocupação era de 7,8% quando Barack Obama assumiu a Presidência, em janeiro de 2009, mas na mesma época rompeu a barreira dos 8% e não cai mais abaixo deste patamar há 42 meses consecutivos.

Ontem foi divulgado que o setor privado foi responsável pela criação de 201 mil novos postos de trabalho nos Estados Unidos em agosto, segundo dados da consultoria de negócios ADP. É o maior saldo mensal desde março.

A ADP também comunicou na quinta a revisão para cima dos números relativos a julho, da estimativa anterior de 163 mil para 173 mil novos empregos criados nas empresas de capital privado.

Os resultados surpreenderam as expectativas e vieram um dia antes dos números oficiais de desemprego.
 

continua após publicidade