Economia

Três cidades do país começarão a receber apenas sinal digital em 2013

Da Redação ·





Por Helton Simões Gomes

SÃO PAULO, SP, 4 de setembro (Folhapress) - A partir do segundo semestre do ano que vem, "duas ou três cidades" brasileiras passarão a receber somente sinais de TV digital, afirmou o ministro Paulo Bernardo (Comunicação) durante a inauguração do novo data center da Telefônica-Vivo, hoje.

"Nós estamos pensando em fazer testes no ano que vem, em meados do segundo semestre, para checar em condições reais onde pode dar confusão. Se falhar em uma cidade só, até por ser um teste, tem como religar [o analógico] e se desculpar. Se fizer isso no Brasil inteiro, é mais complicado", disse Bernardo.

Bernardo afirmou que ainda avalia quais cidades passarão pelo piloto do chamado apagão analógico. Mas serão cidades médias ou pequenas que já tenham grande densidade de aparelhos que acessem o sinal de TV digital.

O prazo para desligar a chave da TV analógica, que opera nas faixas de 700 Mhz, é julho de 2016, mas o governo flexibilizará essa data. Em algumas regiões, a implantação da TV digital chegará antes. Em outras, poderá chegar bem depois. De acordo com o jornal "Valor Econômico", o governo estima que em algumas cidades poderá passar 2020.

Na semana passada, o ministro afirmou que São Paulo pode ser uma das cidades a ter o sinal desligado antes de julho de 2016. No entanto, não está na lista dos municípios onde isso ocorrerá no ano que vem.

Conversores digitais

O governo ainda estuda algum estímulo para a compra de conversores digitais, que podem ser, segundo Bernardo, alguma espécie de desoneração à produção ou algum acordo com fabricantes e vendedores.

O plano de maleabilidade do desligamento da TV analógica ainda está em estudo e depende do aval da presidente Dilma.

Além de evitar uma corrida aos conversores digitais nos meses que antecedem o fim do prazo em 2016, a intenção é liberar as faixas de 700 Mhz das cidades em que forem implantadas a TV digital para a operação do 4G. O governo prevê fazer um novo leilão da telefonia de quarta geração em 2013.
 

continua após publicidade