Economia

OCDE: Inflação anual cai pelo 5º mês seguido em julho

Da Redação ·
A taxa anual de inflação das economias desenvolvidas recuou pelo quinto mês consecutivo em julho, atingindo seu menor nível desde novembro de 2010, abrindo o caminho para que os principais bancos centrais do mundo adotem mais medidas de estímulo para sustentar o crescimento econômico, segundo dados divulgados hoje pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) médio dos 34 países que compõem a OCDE subiu 1,9% nos 12 meses até julho, ante um avanço de 2,0% no período de 12 meses terminado em junho. Entre as grandes nações em desenvolvimento, por outro lado, a inflação anualizada acelerou no Brasil, de 4,9% para 5,2%, na Rússia, de 4,3% para 5,6%, e na Indonésia, de 4,5% para 4,6%. Em outros países em desenvolvimento, a inflação desacelerou na mesma comparação. Foi o caso da China, cuja taxa anual foi de 2,2% em junho para 1,8% em julho, Índia (de 10,1% para 9,8%) e África do Sul (de 5,6% para 5,0%). Excluindo os voláteis preços de energia e alimentos, a inflação anualizada nos países da OCDE foi de 1,8% em julho, inalterada ante junho. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade