Economia

Todas as categorias de uso recuam na indústria em julho

Da Redação ·
Houve uma disseminação de taxas positivas entre as categorias de uso da indústria na passagem de junho para julho. No entanto, na comparação com julho de 2011, ainda predominam resultados negativos, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O segmento de bens de consumo semi e não duráveis teve queda de 0,6% ante junho. Na comparação com julho de 2011, todas as categorias de uso registraram recuo na produção. Os bens de capital lideraram as perdas, com uma queda de 9,1%, enquanto bens de consumo duráveis caíram -2,7%, bens de consumo semi e não duráveis tiveram redução de 2,3%, e bens intermediários diminuíram 1,7%. Na comparação com junho, o avanço mais acentuado foi observado em bens de capital (1,0%), o segundo resultado positivo consecutivo, acumulando em dois meses uma expansão de 2,4%. A produção de bens de consumo duráveis avançou 0,8%, enquanto os bens intermediários subiram 0,5%.
continua após publicidade