Economia

Crise na zona do euro pode acabar em 2 anos, diz EFSF

Da Redação ·
O presidente da Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, na sigla em inglês), Klaus Regling, disse à revista alemã Der Spiegel que a crise da zona do euro pode acabar em "um ou dois anos" se os países membros cumprirem suas promessas. A entrevista será publicada na segunda-feira, informou a AFP. "Se todos os países cumprirem rigorosamente suas metas orçamentárias e continuarem a melhorar sua competitividade, a crise pode acabar em um ou dois anos", disse. Regling, que é alemão, afirmou considerar a EFSF bem-sucedida na tarefa de evitar as piores consequências potenciais da crise, que está em seu terceiro ano. "Se não houvesse a EFSF, Portugal e Irlanda provavelmente já não estariam na zona do euro", disse. A linha de resgate, que foi criada com uma capacidade total de empréstimo de 440 bilhões de euros (US$ 554 bilhões) será substituída por um fundo de resgate permanente chamado Mecanismo Europeu de Estabilidade (ESM, na sigla em inglês), com poder de fogo de 500 bilhões de euros. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade