Economia

Ouro e Bolsa lideram ranking de investimento no mês

Da Redação ·

Por Toni Sciarretta SÃO PAULO, SP, 31 de agosto (Folhapress) - O ouro e a Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) foram as melhores aplicações financeiras em agosto. Foi o segundo mês de bom desempenho na Bolsa brasileira, que termina agosto com valorização de 1,72% no índice Ibovespa, termômetro dos negócios com ações no país. No ano, porém, a Bolsa ainda patina, com valorização de apenas 0,54% em 2012. O melhor desempenho entre as aplicações em agosto foi do ouro, opção de aplicação ainda difícil para o pequeno investidor. O metal termina o mês com alta de 2,74%, seguindo a valorização internacional nos preços das commodities após a seca nos EUA. Também foi destaque no mês passado o euro, a moeda comum da União Europeia, que reagiu e subiu 1,39% no mês passado. Os investidores estão mais otimistas com as negociações encampadas pelo BCE (Banco Central Europeu) para defender o euro, o que implicou na redução nas taxas de juros da dívida pública na Itália e Espanha, foco atual da preocupação dos investidores. No ano, a moeda europeia mantém alta de 5,48%. Na renda fixa, a velha poupança segue imbatível com rendimento de 0,51% líquido de Imposto de Renda. Já a nova poupança, que teve o rendimento rebaixado para 70% da taxa Selic, deu 0,47% em agosto. Quem aplicou em fundo DI teve ganho de 0,65% bruto no mês -0,50% a 0,55% líquido, dependendo do prazo de resgate. A surpresa ficou para os fundos de renda fixa, que aplicam em títulos antigos que foram prefixados com taxas elevadas. Com a queda nos juros, esses papéis ficaram mais procurados e tiveram forte ganho de preço. Os fundos DI subiram 1,07% no mês -de 0,83% a 0,90% após descontado o Imposto de Renda. O dólar recuou 0,78% no mês, mas no ano segue com valorização de 8,67%, só perdendo para a alta de 14,63% do ouro.  

continua após publicidade